O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Vestidas de homem para sobreviver

Na vida real, numa animação Netflix e num desenho da Disney, o tema é o mesmo: meninas e mulheres que precisam se vestir de homem para poder sobreviver.

Vida real – Nadia Ghulam é uma afegã que precisou se vestir de homem por 10 anos para sobreviver ao Talebã. Lá não é permitido que mulheres trabalhem, e as que ficam sem sustento masculino não tem como sobreviver. Aos 11 anos, Nadia começou a se disfarçar de homem com risco de ser morta se descobrissem. Ela tinha tanto medo que jamais tirava o turbante, nem para dormir. Mas conseguiu viver assim até imigrar para a Espanha, onde mora hoje. O livro onde conta a história toda está sendo lançado no Brasil e se chama “O Segredo do meu Turbante”.

Animação Netflix – A Ganha-pão conta a história de Parvana, uma menina de 11 anos lidando com as mesmas dificuldades que a levam a se vestir de homem no Afeganistão. Recomendo muito esse lindo filme, que concorreu ao Oscar de 2018 e ganhou vários prêmios. A animação é baseada na trilogia literária infantojuvenil de Deborah Ellis. No Brasil, os livros foram publicados pela Editora Ática, com os títulos: “A outra face”, “A viagem de Parvana” e “Meu nome é Parvana”.

Desenho Mulan, da Disney – baseado numa antiga lenda chinesa, a heroína também se veste de homem para ir para a guerra salvar seu pai.

Essas são três histórias que relatam a mesma coisa: ainda estamos num mundo muito difícil para nós, mulheres. Não nos iludamos nas bolhas em que vivemos, falta muito para chegarmos perto de ter justiça e dignidade para as mulheres e outros segmentos discriminados. A boa noticia é que continuamos a falar sobre isso, a fazer e assistir filmes e livros, e a lutar a boa luta sem perder a alegria. Juntas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *