O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Reunião com as entrevistadas


Fizemos a segunda reunião com as entrevistadas.

Dessa vez foi no espaço da Sandra, repleto de referências mexicanas, cactos em vasos de cerâmica, paredes brancas e rodapés pintados em azul-royal.

No grande salão dos fundos, nós nos esparramamos nas almofadas e conversamos por horas.
No começo, falamos um pouco de tudo: sobre a China e o novo livro da Monika von Koss, sobre as recentes viagens da Ana à Bahia e à Flip, sobre esse blog…

Depois, a Solange lembrou-se com carinho do Mestre Agenor, e começou a contar histórias do candomblé que pouca gente conhece.
Lendas de como o mundo e os homens foram criados (de barro, também…), de algumas peculiaridades de Oxum, do que aconteceu em certa vinda de Exu à Terra, das encrencas nas relações entre os Orixás femininos e masculinos (até com eles há problemas!) e muito mais.

Ficamos ouvindo como uma história seguiu-se à outra, na arcaica base mitológica africana que se expandiu e derivou para alicerçar outras tradições.
E desde o começo as pessoas faziam o que estávamos fazendo: sentadas, em circulo, sedimentavam os deuses na Terra.

Na primeira foto, nós estamos tentando consertar o fecho da roupa da Solange, que estourou no meio da reunião – na minha opinião, provavelmente por excesso de energia…

Isso que você está vendo no centro da segunda foto parece uma garrafa térmica com chá e umas travessas de bolachinhas, mas de verdade isso era uma fogueira, e em torno dela nós, velhas bruxas, dançamos durante toda aquela tarde de domingo.

Axé!

1 comentário

  1. Cantinho She disse:

    Olá, olá prazer! Recebi um e-mail de vcs e vim aqui conferir, gostei e já estou seguindo, sucesso para vocês.
    Beijo, beijo!
    She

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *