O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Que possamos ser luz em 2021


Nesse meu último post desse ano tão estranho, sombrio, difícil e desafiador quero trazer as palavras sábias de Clarissa Pinkola Estés convidando a todas, todos e todes nós, a sermos luz, coragem e força para trazer ao mundo a mudança que ele tanto precisa.

” Em algum ponto da sua genealogia há pessoas semelhantes àquelas sobre as quais vou falar. Você é a herdeira. Mesmo que não as tenha conhecido, que nunca tenha se encontrado com elas, suas ancianas, suas sábias antepassadas, elas existem. Todas nós pertencemos a uma linhagem longuíssima de pessoas que se tornaram lanternas luminosas a balançar na escuridão, iluminando o próprio caminho e os passos de outras. Elas conseguiram isso por meio da decisão de não desistir, por sua exigências de que o outro sumisse da sua frente, por sua atitude previdente de esperar até que o outro não estivesse olhando, pela sabedoria de ser como a água e descobrir como passar pelas menores fendas ou por sua tranquila determinação de abaixar a cabeça e simplesmente pôr um pé diante do outro até conseguir chegara aonde quer.
Suas luzes continuam a oscilar no escuro…através de nós…pois, com uma única tirinha de palha, podemos acender nosso fogo a partir do fogo delas…ter inspirações a partir das suas inspirações. Nós somos as herdeiras. Desse modo, nós também aprendemos a passar oscilantes pela escuridão. Uma mulher assim iluminada não consegue encontrar o próprio caminho à luz de uma vela ou à luz das estrelas, sem também lançar luz para as outras”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *