O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Poesia é remédio – TEOLOGAL, de Adélia Prado

Quando o mundo ficar muito concreto, sem encantamento e o cotidiano árido e sem magia, tente procurar um jardim, um quintal, um parque, um vaso onde flores floresçam e leia esse poema da grande Adélia. 

TEOLOGAL 

Agora é definitivo: 
Uma rosa é mais que uma rosa. 
Não há como deserdá-la 
de seu destino arquetípico. 
Poetas que vão nascer 
passarão noites em claro 
rendidos à forma prima: 
a rosa é mística.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *