O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Pensamentos e Imagens

Para mim a arte da peregrinação não é mais que a habilidade para criar pessoalmente sua própria jornada, e a prática cotidiana de apreciar, degustar e absorver cada um dos seus estágios. 

Phil Cousineau 

Peregrinar, para mim, é uma bela metáfora para VIVER, para quem, de quem de fato, vive! 
Que melhor imagem para o VIVER que alguém que viaja pelo mundo – externo ou interno – com curiosidade, de olhos, mente e coração abertos para o novo, que não tem medo do desconhecido e está sempre disposto a aprender e a se encantar? 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *