O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Once Upon a Time – Era uma vez…

Gente, não sou muito de assistir televisão, mas está passando uma serie na tv (sony)… sem brincadeira,  que não dá para deixar passar!

É a historia de um garotinho que afirma que todos que vivem em sua cidade, Storybrooke, na realidade são personagens de contos de fadas. 
Sua mãe adotiva é a Madrasta da Branca de Neve, que é a sua professora. Seus dois amigos são João e Maria, e por aí vai… 
O problema é que todos se esqueceram de quem realmente são, e o desafio é faze-los se lembrar.
Isso faz tocar algum sininho para vocês?
Para mim tem a ver com a individuação, com o Self, com o que diz muitas tradições espirituais. Uma historia vedanta, por exemplo, conta que nós somos príncipes mas, esquecidos disso, agimos como mendigos. Não é poético pensar se não somos, em outro mundo, personagens de contos de fadas…?
É claro que é uma serie americana, ou seja, cheia de chavões e simplificações (por ex, os maus são muito maus e os bons, bons demais), mas também é bonita e divertida.

Vemos as coisas acontecerem ao mesmo tempo no mundo contemporâneo e no dos contos de fadas, num diálogo mito-vida.

Diálogo que nós duas fazemos nos livros e também aqui no blog. 
No marcador contos das meninas estão as historias de fadas das entrevistadas que eu escrevi e a Cristina desenhou; nos meus Re-contos de fadas estão novas interpretações dessas velhas, e atuais, narrativas.

 Texto de Beatriz Del Picchia

1 comentário

  1. Assisti a toda primeira temporada dessa série, que terminou recentemente… e deixou um gancho excelente para a segunda temporada! É meio bobinho, mas é bom sim, simples e cativante, também recomendo a todos!

Deixe uma resposta para Fábio Cabral Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *