O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

O Feminino e os Livros: ORÁCULOS DE MAIO

Adoro Adélia Prado: sua poesia, sua prosa e sua fala. São de uma força, uma doçura e uma intensidade tão expressamente femininas que me encantam e emocionam demais! 
De um cotidiano aparentemente bastante prosaico, passado como dona de casa e professora, mãe de 5 filhos, numa pequena cidade do interior de Minas, ela extrai uma tal dimensão poética e espiritual que mostra que a grandeza é a de alma, acima de tudo. 

ORÁCULOS DE MAIO é um dos livros de poesia dela e foi lançado em 1999, pela Editora Saraiva e reeditado em 2007 pela Record. 
Vejam algumas poesias que estão nesse livro e percebam que esses poemas são também caminhos para penetrarmos no mais profundo sentimento do Feminino: 

MATER DOLOROSA 

Este puxa-puxa 
tá com gosto de coco. 
A senhora pôs coco, mãe? 
— Que coco nada. 
— Teve festa quando a senhora casou? 
— Teve. Demais. 
— O que que teve então? 
— Nada não menina, casou e pronto. 
— Só isso. 
— Só e chega. 
Uma vez fizemos piquenique, 
ela fez bolas de carne 
pra gente comer com pão. 
Lembro a volta do rio 
e nós na areia. 
Era domingo, 
ela estava sem fadiga 
e me respondia com doçura. 
Se for isso o céu, 
está perfeito. 

MITIGAÇÃO DA PENA 

O céu estrelado 
vale a dor do mundo. 

SINAL DO CÉU 

É um tom de laranja 
sobre os montes 
um pensamento inarticulado 
de que a Virgem 
pôs o mundo no colo 
e passeia com ele nos rosais. 

Óbvio que ela não precisa minimamente de qualquer recomendação minha, mas se você quiser se aproximar da Beleza possível da expressão feminina e ainda não leu Adélia Prado, corra para a próxima livraria! 

PS: Só pedi autógrafo e dedicatória nos livros para duas pessoas até hoje – uma foi a Adélia e meu ORÁCULOS DE MAIO tem a honra de merecer até um beijo dela. O outro foi da Marion Woodman no meu exemplar de A VIRGEM GRÁVIDA. Tenho o maior orgulho e carinho por esses meus dois livros e por essas duas Velhas e Sábias Senhoras que os escreveram!

Texto de Cristina Balieiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *