O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Lista de desejos: Príncipe Encantado

Um conto de fadas armênio conta que uma princesa estava presa numa torre isolada e sentia-se muito solitária.

Então ela pediu que lhe trouxessem leite, ovos e farinha e com elas moldou sobre uma mesa, em tamanho real, o namorado perfeito que existia em sua mente. Aprendeu uma mágica e esse molde de farinha mistura ganhou vida, tornando-se seu príncipe encantado.

Fantasia? Mas a gente não faz o mesmo, querendo príncipes ideais que que só existem nas comedias românticas e na própria mente? Por exemplo, fiz uma lista básica com algumas qualidades que um príncipe assim deve ter. Ele é:

  • Bonito, charmoso, sexy, boa aparência no geral, mas não muito vaidoso
  • Bom de cama
  • Bem-sucedido profissionalmente ou a caminho
  • Com médio ou muito recurso financeiro
  • Seguro de si, másculo, adulto, maduro, mas vigoroso e entusiasmado como um jovenzinho
  • Companheiro, apoiador, confiável, fiel, carinhoso, mas instigante e meio misterioso
  • Que tenha bons amigos, parentes e relações, mas que não atrapalhem a vida a dois
  • Musculoso, forte, capaz de dar proteção, corajoso, mas não encrenqueiro
  • Capaz de segurar a onda se a princesa passa por uma fase difícil financeira ou emocional, como mamãe e papai faziam, mas sem cobrar isso depois
  • Que tem ideias semelhantes às da princesa em termos sociais, políticos e espirituais
  • Que ame a princesa acima de todas as coisas
  • Que resolva e dê fim ao desamparo e solidão da princesa
  • Que mantenha a si mesmo e a relação do mesmo jeito maravilhoso para sempre
  • Que seja a alma gêmea dela

Poderíamos colocar outras coisas e ir moldando o príncipe de farinha, ovos e leite como a princesa fez, né? Só que… não. Infelizmente não conseguimos fazer isso, mas nem por isso a gente não insiste.

Quantas de nós quantas vezes não seguimos pela vida tentando, trocando, queixando, e não chegamos a final feliz nenhum?

Um ser humano de verdade e uma relação de verdade são cheios de defeitos, altos e baixos, tropeços e falhas e acertos. Mas traz chance de sermos humanamente felizes. De verdade.

 

………………………………………………………………………………………………………………………………………………………. continua na próxima segunda feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *