O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Leis do Ser

Já li e reli Depois da Vida (Summus Editorial), de Sukie Miller, PHD e renomada psicoterapeuta americana.
Nesse livro, que é uma referencia na área, ela entrevistou lideres religiosos, xamãs, sacerdotes e homens religiosos sobre a questão: – O que acontece quando a gente morre?
Sukie está atualmente em São Paulo, onde vai fazer dia 19 de novembro o workshop experencial Passagens e transições – Vida após a morte. Mais informações em info@nucleodeyogaganesha.com.br.
Vou falar sobre isso novamente, mas por agora quero apenas deixar esse extrato, de autor anônimo, que está nesse livro da Sukie.


Leis do Ser (ou Regras para Sermos Humanos)
1. Receberás um corpo. Podes apreciá-lo ou não, mas sobre ele terás a responsabilidade da posse, por todo o período de tempo que agora te cerca.

2. Receberás ensinamentos. Estás matriculado em uma escola informal, de período integral, denominada Vida. Dia após dia, nela te será dada a oportunidade de aprender.

3. Nessa escola não existem erros, mas sim lições a serem assimiladas. O crescimento é um processo que se dá por meio de tentativa e erro, de experiências. As experiências “fracassadas” ocupam no processo lugar tão importante quanto as que mais inquestionavelmente “dão certo”.

4. Os ensinamentos te serão repetidos até que os aprendas. Cada lição te será apresentada de várias formas, até que te seja possível assimilá-la. Quando o fizeres, poderás então passar para o ensinamento seguinte.

5. O aprendizado desses ensinamentos não tem fim. Tudo o que fizeres na vida traz em si uma carga de ensinamentos. Enquanto viveres, sempre haverá para ti uma lição a ser aprendida.

6. “Lá” não é melhor que “aqui”. Quando o teu “lá” se transformar no teu “aqui”, terás apenas alcançado um ponto em que, novamente, à tua frente se mostrará um outro “lá” – que te parecerá melhor que o “aqui” já por ti alcançado.

7. O outro nada é, senão um espelho de ti mesmo. Não poderás vir a amar ou odiar um aspecto da personalidade de outrem a não ser que ames ou odeies esse mesmo aspecto, em ti mesmo.

8. Cabe a ti o que vieres a fazer de tua vida. Tens em tuas mãos todos os instrumentos e recursos de que necessitas. O que farás com eles é responsabilidade tua. A escolha é tua.

9. As respostas que procuras estão dentro de ti. Guardas em teu intimo as respostas às questões que a vida te apresentará. Tudo o que precisas fazer é: olhar, ouvir e confiar.

10. Não te recordarás de nada do que aqui te foi dito.
 Texto de Beatriz Del Picchia

1 comentário

  1. Samira disse:

    Que lindo! Obrigada por nos presentear com este belo texto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *