O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

O que preciso terminar para que outra coisa possa começar?

Joana – a hora de terminar

“Ao que preciso dar mais morte hoje, para gerar mais vida? O que sei que precisa morrer em mim para que eu possa amar? (…) O que deveria morrer hoje? O que deveria viver? Qual vida tenho medo de dar a luz? Se não for agora, quando”? diz Clarissa Pinkola em Mulheres que correm com os lobos.

Acabar, por exemplo, com um relacionamento geralmente não é fácil, mas pode ser indispensável para seguir a vida. A junguiana Marie Louise von Franz (em A sombra e o mal nos contos de fada) diz que “é preciso extirpar aquilo que não tem mais possibilidade de evolução”.

No conto JOANA – a hora de terminar, uma moça precisa terminar algo que já foi precioso, mas não tem mais sentido e não é bom para ninguém. Ele está no ebook “Às vezes princesa, às vezes não”, na Amazon por preço simbólico. Trecho:

“Terminar é difícil mesmo. É um momento em que geralmente só se vê as perdas: vai-se perder algo, alguém ou uma fase da vida que foi importante, dá medo fazer mudanças. Por isso tem gente que continua agarrada até a coisas ruins. Mas o Caminho Verde é semeado não apenas pelo que plantamos, mas também pelo que podamos… afinal, tudo que foi vivido gera sementes”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *