O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Jung fala sobre o que de melhor mãe e pai podem fazer para os filhos

Não há nada que tenha influência psíquica mais forte no ambiente circundante, especialmente sobre os filhos, do que a vida não vivida dos pais. Quando os pais descuidam de sua…

James Hillman fala sobre o destino

A lenda tomada de Platão, que diz que a alma escolhe seu destino particular e é protegida por um daimon desde que nasce, é um desses mitos – veneráveis, articulados…

Jean Shinoda Bolen fala sobre mães e seus bebês

Precisei eu mesma ter dois filhos para entender o que as mães sempre entenderam – que, longe de ser uma folha em branco na qual escrevemos, os bebês vêm ao…

Jung fala sobre o indivíduo

Não há e não pode haver autoconhecimento baseado em pressupostos teóricos, pois o objetivo desse conhecimento é um indivíduo, ou seja, uma exceção e uma irreguraridade relativas. Sendo assim, não…

Jung fala sobre doença mental

Em minha opinião, para cada caso manifesto de doença mental existem ao menos dez casos latentes que nem sempre chegam a se manifestar, mas cujas condutas e concepções encontram-se sob…

Jung fala sobre epidemia psíquica

Uma argumentação racional é apenas possível e profícua quando as emoções provocadas por alguma situação não ultrapassam determinado ponto crítico. Pois quando a temperatura afetiva se eleva para além desse…

Sonu Shamdasani fala sobre Jung

(…) se a questão de 1912 era, “eu precisava saber qual meu mito”, em 1930 ele parece tê-lo encontrado. A questão então que se colocou era como ajudar os outros…

Sonu Shamdasani fala sobre a psicologia

Na minha opinião, a psicologia tem funcionado como um meio de prover aos indivíduos uma forma de articular suas experiências. Ela forneceu certas linguagens, em alguns casos possivelmente deficientes e,…

Jung fala sobre o conhecimento

(…) qualquer ciência é função da psique, e qualquer conhecimento nela se radica. Ela é o maior de todos os prodígios cósmicos e a conditio sine qua non do mundo…

Jung fala do símbolo da cidade

A cidade é um símbolo materno, uma mulher, que abriga em si os habitantes como filhos. Compreende-se assim por que as duas deusas-mães, Réia e Cibele, ostentam coroas em forma…

Marie-Louise von Franz fala sobre a busca de sentido

É somente uma questão de reconciliar o irracional da vida com a vida da razão. A razão tem seu lugar na vida, há momentos em que se deve empregar a…

Emily Hancock fala sobre a menina interna

(…) pela recaptura das primeiras memórias da menina interior, nós podemos reconquistar o senso do eu que tínhamos antes que as projeções e expectativas dos outros assumissem o controle. (…)…