O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Caminhos Femininos, por Betoh Simonsen

Texto de  BETOH SIMONSEN

O Betoh atende e dá cursos de taro, e tem vários livros e artigos publicados sobre o tema. Gosto muito da visão que ele tem desse conjunto de símbolos, tão antigo e expressivo.
Nesse texto, além de tratar da integração dos mundos interiores, ele traz uma interessante visão masculina a respeito do Caminho feminino…
Contato com ele pode ser feito pelo email
betohsimonsen@uol.com.br


Estava em um campo, à noite, céu bem estrelado, com a música dos seres noturnos, e percebi que cada som de grilo, cada coaxar, estavam em perfeita sintonia com a canção das estrelas.Comecei a entender que tudo está envolvido com tudo por laços invisíveis e misteriosos, embalado pelos sons das esferas.

Tenho notado através de pessoas que tem vindo me procurar um grande aumento de medos e sensações estranhas, de crianças que começam a ter visões e outras aparentes esquisitices. É um pouco triste que nosso espaço psíquico esteja tão poluído que as primeiras aberturas para os mundos interiores estejam sendo dolorosas e mal compreendidas.

Tenho aconselhado às pessoas a assistirem os filmes “O Sexto sentido” e Stigmata”, que, efeitos especiais à parte, nos mostram que se vencermos nossos medos e lidarmos com o invisível de uma maneira mais natural poderemos começar a integrar aspectos de nosso ser que por tempo demais foram negados por serem considerados coisas do diabo por muitos ou “nóias” por outros, de acordo com as limitações das crenças de plantão.

Nossas emoções e imaginação, dádivas de nosso feminino que por muitos séculos, foram banidos como aspectos sem valor e considerados depreciativamente como “coisas de mulher” são na realidade postos avançados de percepção de uma realidade muito mais abrangente. Mesmo no mundo dos negócios estão começando a ser resgatados em técnicas de desenvolvimento da criatividade, em estímulos à inteligência emocional e muitas outras formas.

Podemos aprender muito com nossas emoções, desde que tenhamos um certo equilíbrio.Elas sempre sinalizam algo importante, e seu entendimento e integração são passos fundamentais para a abertura de nossos canais intuitivos e fusão com nosso eu espiritual.
Acolhimento, aceitação, integração e transmutação de nossas experiências são os passos dourados.
Não precisamos mais, além disso, ter medo de expressarmos nossas emoções e sentimentos esperando que as soluções venham de fora.

Aliás, um recado para vocês, mulheres: de maneira geral,nós homens somos muito burros emocionalmente, raramente detectamos suas expectativas e esperanças. Vocês precisam nos dar uma chance e esquecerem por um momento das sutilezas, das linguagens não verbais, dos subtendidos. Não esperem grandes iniciativas de nós.

Tenham a coragem de assumir seus desejos, vontades e vulnerabilidade e explicitá-los, antes que surjam nas tão famosas cobranças quando ficam putas ou muito magoadas. Não esperem que de repente algum súbito raio de iluminação caia na nossa cabeça e finalmente façamos a coisa certa.
Isto raramente acontece, e vocês acabam ficando muito sentidas e nós pegos de surpresa por uma cobrança que muitas vezes nem esperávamos.
Por favor, nos dêem uma chance. Cuidem de seus parceiros.

Tirei uma carta de aconselhamento no Tarot e saiu a Torre. Tenham coragem de se soltar das prisões e falsas ilusões, das crenças que limitam , dos relacionamentos agonizantes, libertem-se .Zerem o passado e se preparem para o novo.
Que todos possamos alcançar nossa verdadeira liberdade a abraçarmos cada momento com alegria e coragem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *