O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

As ferramentas mágicas da avó arquetípica



Mais um post sobre as dádivas e os dons que a gente pode desenvolver – se trabalhar para isso, óbvio – ao envelhecer. Que nos fala é Clarissa Pinkola Estés no maravilhoso livro A Ciranda Das Mulheres Sábias.

As ferramentas mágicas que a avó arquetípica usa para a transformação não mudam há milhares de anos. A mesa da cozinha. A luz do lampião. Uma única vela. A música. O ritual. O insight. A intuição. A sopa. O chá. A história. A conversa. O longo passeio. A confissão. A mão amorosa. O sorriso brincalhão. A sensualidade bem resolvida. O senso de humor malicioso. A capacidade de examinar os outros e ler sua alma. A palavra gentil. O provérbio. O coração atento. A perspicácia para, quando necessário, proporcionar aos outros a experiência angustiante do “olhar”.

1 comentário

  1. Enni disse:

    Muito forte o texto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *