O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Amigos na Jornada


Um escritor chinês que salvei da poeira de um sebo, Lin Yutang, disse coisinhas deliciosas sobre a arte de viver, que parece que era tradição na China antiga.

Para começar, ele dizia que todo artista da vida deve procurar ter muitos amigos, e se esforçar em manter as amizades tanto quanto se esforça para manter seu trabalho e seus amores.

E alem de muitos, os amigos devem ser variados:
“Devemos escolher diferentes amigos para diferentes tipos de ambiente. Seria um grave erro sair para cavalgar com um amigo estudioso e pensativo, assim como ir a um concerto com um que não goste de musica. Cada coisa tem um gosto próprio, e uma companhia imprópria pode estragar todo gozo.” *

Sabiamente, ele especifica:

• “Para apreciar as flores, busquemos amigos de bom coração.
• Para apreciar as moças, amigos divertidos.
• Para subir ao alto de uma montanha, amigos românticos.
• Para olhar a lua, amigos de fria filosofia.
• Para um festim de vinho, amigos com originalidade e encanto.”*

E pensar que tem gente que não valoriza amigos, diz que não tem tempo, energia, disposição…
Deixamos que o sistema nos devore, e para que, afinal?

De minha parte, eu tenho tentado adaptar essa poética idéia do Lin Yutang á minha vida (é claro que a mesma pessoa pode se encaixar em mais uma categoria).
Vejam o que acham da minha lista:

• Para falar mal do governo em botecos de mesa de lata (salve Antonio Prata), busco amigos raivosos e animados.
• Para especulações psico-filosóficas e voar para grandes alturas, amigas analistas e intuitivas.
• Para me refazer das desgraças do mundo e das minhas, amigos com senso de humor.
• Para apreciar o uso dos azuis e amarelos em grandes telas do MASP, amigas artistas.
• Para falar sobre livros, poesias e viagens, amigos originais e aventureiros.
• E para toda a Jornada da Vida, amigas e amigos acolhedores, porque também nisso a sabedoria da velha China continua valendo aqui e agora.* A importância de viver, Lin Yutang, Ed Globo, 1997 
 

Texto de Beatriz Del Picchia, desenho Cristina Balieiro

3 comentários

  1. Katia Bueno disse:

    A amizade é uma das coisas mais preciosas que existem e certamente saber escolher o amigo certo para as horas/lugares certos é maravilhoso!

  2. Katia, sua passagem por aqui é preciosa; a internet amplia nossa rede de amizades e possibilita que a gente a atualize sempre… bjs Bia

Deixe uma resposta para Beatriz Del Picchia Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *