O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

A violência contra as mulheres está aumentando e é um sinal

O calice e a espada

O cálice e a espada

Nesse fim de ano vimos vários feminicídios terríveis por todo Brasil. E a pergunta é:  a violência contra mulheres está aumentando ou sempre foi assim, só que hoje temos mais informações sobre isso por causa de maiores divulgações em mídias?

Olha só a resposta: em 1989 Riane Eisler já afirmava que a violência, a incitação à violência, o assassinato, estupro e tortura de mulheres está aumentando em todo o mundo porque a dominação masculina está sendo vigorosamente desafiada através de um movimento feminino de auxílio recíproco.  Ou seja, ela é a resposta do patriarcado contra a demanda de direitos iguais do feminismo. Trecho do livro, que recomendo muito:

“Segundo Theodore Roszak, a resistência ao movimento feminista do século XIX distinguiu-se por um aumento do que os registros criminais denominam agressão exacerbada, espancamentos domésticos em que se fraturavam os ossos da esposa, ateava-se fogo em seu corpo e se lhe arrancavam os olhos.

Como ao longo da história registrada a violência contra as mulheres tem constituído a resposta do sistema androcrático a qualquer ameaça de mudança fundamental, na esteira do movimento de liberação feminino do século XX houve uma forte ascensão na violência contra as mulheres.

Considerado sob a perspectiva da teoria de transformação cultural, o funcionamento dos sistemas de violência brutal e disseminada contra as mulheres hoje não é de difícil identificação. Para a manutenção da androcracia*, as mulheres devem ser reprimidas a qualquer preço.

E se esta violência — e a incitação à violência através da restauração de calúnias religiosas contra as mulheres e a equivalência entre prazer sexual e assassinato, estupro e tortura de mulheres — está aumentando em todo o mundo, isto se deve ao fato de a dominação masculina nunca ter sido antes tão vigorosamente desafiada através de um movimento feminino de auxílio recíproco e sinérgico em prol da libertação humana.”

Riane Eisler – O Cálice e a Espada, Ed Palas Athena

*Domínio do masculino

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *