O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Para enfrentar Minotauros no poder: Daenerys!

Reza um mito que na ilha de Creta havia um terrível monstro chamado Minotauro, com corpo de homem e cabeça de touro. E os gregos eram obrigados a enviar sete moços e sete moças para serem devorados por ele. Sabe por que esses jovens tinham que fazer esse sacrifico?

Porque anos antes o Rei Minos recusou-se a sacrificar seu melhor touro ao deus Zeus. Apegado ao touro, fraudou o ritual e tentou enganar o deus e o povo. Para vingar-se, Zeus bolou um plano que deu origem ao monstruoso Minotauro. E quem pagou o pato pela desonestidade do velho rei  foram os jovens de Atenas.

O que isso tem a ver conosco hoje?

Bom, que tal contar a história assim: um poderoso governante recusou-se a sacrificar coisas as quais era apegado (cargo, poder, dinheiro, prestigio) e por causa disso muitos jovens do país são sacrificados pela conjuntura econômica. Faz sentido?

Os mitos dizem que os governantes –  reis, rainhas – deveriam ser as pessoas mais nobres do reino. Não por direito de nascença, pois muitos plebeus viraram rainhas e reis, mas por seu caráter. Era a tal “nobreza de caráter”.

Esses reis e rainhas não precisavam ser perfeitos, mas deviam mostrar grandeza de espirito,  fazer sacrifícios e arriscar a vida pelos súditos. Tinham privilégios sim, só que vinculados a grandes deveres. Iam na frente nas batalhas, defendiam os castelos, protegiam o povo, assumiam responsabilidades e decisões. Há até outra expressão para isso, “noblesse oblige”.

Ok, um ideal romântico, mas também um horizonte a ser buscado. Segundo Joseph Campbell, essa é uma das funções da mitologia.

Nossos governantes poderiam se inspirar ao menos um pouco nessa antiga mitologia ou na moderna mitologia de Game of Thrones, tomando como exemplo a nobreza corajosa da rainha Daenerys e do rei Jon Snow.

Lá no mito de Creta, a princesa Ariadne ajudou o herói Teseu a eliminar o Minotauro, frustrando e humilhando o poder de Minos. Os jovens não mais se sacrificaram pela velha e corrupta ordem.

E aqui? Minha campanha: Daenerys para a presidencia, Jon Snow para vice.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *