O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Heroínas do Brasil – um balanço

imagem2
No dia 17 de fevereiro desse ano iniciei aqui no site meu projeto “Histórias de Heroínas do Brasil”. A cada semana, sempre às quartas-feiras, publicava uma pequena biografia de uma brasileira nata ou naturalizada, de um passado remoto ou recente e que tinha contribuído de alguma forma para nossas artes, comportamento, cultura, ciência, sociedade, política e vários outros campos. Publicava junto uma ilustração que fiz de cada uma delas, não baseada em sua aparência real, mas como eu as vejo na minha imaginação. Quis e quero com esse projeto resgatar para a memória de hoje tantas mulheres especiais relegadas ao esquecimento ou mesmo ao completo desconhecimento.
imagem3
Até hoje foram 30 mulheres: Nísia Floresta, Anésia Pinheiro Machado, Maria José Deane, Tia Ciata, Tatiana Belinky, Josephine Durocher, Cora Coralina, Nise da Silveira, Anita Garibaldi, Lina Bo Bardi, Chiquinha Gonzaga, Clementina de Jesus, Berta Luzt, Inezita Barroso, Maria Firmina dos Reis, Bidu Sayão, Maria Lenk, Tarsila do Amaral, Ana Nery, Dulcina de Morais, Maria Quitéria, Rose Marie Muraro, Guiomar Novaes, Tomie Ohtake, Lélia Gonzales, Júlia Lopes de Almeida, Nair de Teffé, Carlota Pereira de Queiróz, Odete Lara e Zilda Arns. Da explicação do projeto ao post de hoje foram 34 semanas, mais de 8 meses.
Pretendo continuar o projeto e tenho pelo menos mais 20 mulheres de quem quero contar a história e desenhá-las, porém, não continuarei, a partir de agora com a periodicidade semanal. Tenho interesse em publicar outros assuntos também e esses posts serão intercalados com os das Heroínas. O projeto e seu propósito – resgatar do esquecimento nossas heroínas – não se alteraram, só muda o tempo de sua continuidade.

6 comentários

  1. elaine p b disse:

    Eu sempre fico encantada com as pessoas que se predispõem à ensinar, esclarecer, mostrar caminhos, alegrar e ampliar o feminino de alguma forma! Seu trabalho me fez buscar mais, ler mais sobre e aprender com essas mulheres incríveis. Gratidão por isso e espero realmente que o trabalho prossiga – independente da periodicidade! Um afetuoso abraço!
    Elaine

    1. crisbalieiro disse:

      Oi Elaine, em primeiro lugar obrigada pelas palavras de incentivo, isso nos incentiva a continuar. Sim, vou continuar – afinal tenho pelo menos mais 20 mulheres de quem quero muito falar e ilustrar. Como disse será só numa periodicidade mais espaçada. Abraço Cris

  2. Bel Balieiro disse:

    Aprendo muito com você, obrigado até agora. E que venham outros assuntos e outras mulheres, vou continuar acompanhando e aprendendo. Minha gratidão e um beijo grande!

    1. crisbalieiro disse:

      Beijo grande, prima querida!

  3. Alana Pinheiro disse:

    Que bom saber da continuidade do projeto pois, a iniciativa além de linda, é necessária. Cris, não sei quais serão as próximas 20 heroínas brasileiras, mas estou esperançosa que a escritora Carolina Maria de Jesus esteja entre elas, estou curiosa também para vê-la retratada em suas belas ilustrações. Muita gratidão e um super abraço.

    1. crisbalieiro disse:

      Oi Alana, são tantas mulheres que acho que não vou parar nas 20…rsrsrs. A Carolina Maria de Jesus não está nas 20 e recebi também a sugestão de outra mulher que também não estava nas minhas escolhidas: acho que vou continuando até onde der. Bjs Cris

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *