O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

O Feminino e os Livros: MULHER- em busca da feminilidade perdida

Mais um livro só achado em sebos: MULHER – em busca da feminilidade perdida, lançado no Brasil pela editora Gente, em 1994 e esgotado. 

Foi projetado e e organizado por Connie Zweig, que também criou outro livro importantíssimo para junguianos, AO ENCONTRO DA SOMBRA. 
Nesse livro Connie se centrou no tema da busca do Feminino Consciente. 
Para quem se interessa pelo tema do feminino esse é daqueles livros indispensáveis! 

É composto de um prólogo, escrito por ela mesma, onde explica o porque resolveu criar esse livro e de mais 6 partes assim divididas: 


1. Reconstituindo a história de nossa evolução comum: a busca do feminino abandonado 
2. Voltando a ser mãe para nós mesmas: curando nossas relações com as mulheres e com o feminino 
3. Voltando a ser pais para nós mesmas: curando nossas relações com os homens e o masculino 
4. Ressacralizando o corpo feminino: curando nossas relações com ritmos, instintos e desejos
5. Redespertando o divino feminino: curando nossas relações com os arquétipos das deusas 
6. Renovando o mundo: o feminino e o futuro 

Cada parte é composto de alguns artigos, totalizando 23; muitos sensacionais. Escritos por gente do naipe de Marion Woodman, Riane Eisler, Kathleen Riordan Speeth, Linda S. Leonard, Jane Wheelwright, Polly Young-Eisendrath, Merlin Stone, Jean Shinoda Bolen, June Singer, Sylvia B. Perera, Edward C. Whitmont, entre outros. 

Alguns artigos particularmente me tocaram: “Feminilidade consciente: mãe, virgem a anciã”, da Marion Woodman, “Mãe da mães: o poder da avó na psique feminina social”, de Naomi Ruth Lowisnky, “As dádivas advindas da recuperação da história da deusa”, de Merlin Stone e “Redimindo o pai e descobrindo o espírito feminino” de Linda S. Leonard. 
Mas existem muitos tesouros nesse livro! 

O que é uma enorme pena é o descuido da editora com o livro, começando com a capa horrorosa e com a péssima qualidade do papel. Mas o pior é o descuido com a edição: no sumário nem constam o nome dos autores dos artigos e a tradução do título não poderia ser mais equivocada. O título em inglês é: TO BE A WOMAN – the birth of the conscious feminine, ou seja o nascimento do Feminino Consciente e não “ em busca da feminilidade perdida”: lamentável!!! 

Mas, apesar de tudo isso sou imensamente grata a Editora Gente, por trazer para o Brasil esse livro MARAVILHOSO! Recomendadíssimo!

Texto de Cristina Balieiro

2 comentários

  1. Dica anotadíssima! Vou atrás desse livro.
    Bjs

  2. Vale muito a pena, Cristiane!

Deixe uma resposta para Cristiane Marino Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *